Queime o barco que te trouxe até aqui

Nas últimas semanas voltaram à tona nas tradicionais redações as velhas discussões sobre a viabilidade de conteúdo pago na internet, direitos sobre o conteúdo produzido pelos jornais e o eterno drama de consciência a respeito do Google: ajuda ou é concorrente roubando o conteúdo alheio??

Pensei em escrever a respeito de todos os temas, mas confesso que tive uma preguiiiiiça. Porque trabalho com internet há quase oito anos e me incomoda tanto essa volta no tempo…  É muita falta de assunto e perda de tempo. E acredito, diante dessa minha reles experiência, que esse novo retorno que assistimos se deva ao fato de algumas lideranças em algumas empresas de mídia estarem se dando conta enfim, que o caminho é sem volta, que o barco que os trouxe até aqui não está mais lá, não fará mais esse percurso…

O problema é que eles mesmos não queimaram o barco. Não acreditaram nessa possibilidade e olha o que aconteceu…

Que tal mudar o disco e de fato repensar o modelo de produção, a margem de lucro, a estratégia comercial?

Bom, alguns links para o caso de os poucos leitores desse blog decidirem entrar nesse tema:

Battle plans for newspapers

The end of paper?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s