O mistério dos domingos

Recebi os dados da tabela abaixo de um colega de trabalho. Ele não sabe dizer qual é a fonte. Mas vamos analisar os números pela ordem de grandeza. Mostram que em 2005, ao fim da década de estabilização da moeda brasileira e quando a internet no Brasil completa dez anos de vida, os três principais jornais do país de circulação nacional amargam um forte baque nas vendas aos domingos em relação a 1995. Apesar de vídeos, CDs, enciclopédias e DVDs distribuídos a rodo em promoções com a edição dominical.

A maior queda é da Folha, com recuo de 73%. O Globo caiu 60% e o Estadão, 41%. Nos veículos mais regionais a queda também é expressiva: O Dia caiu 52% – lembrando aqui que a entrada do concorrente Extra é o fator mais significativo para o movimento ladeira abaixo. No Estado de Minas o recuo foi de 21%.

Destaque para Correio Braziliense e Zero Hora com crescimento positivo (6,7% e 0,8%, respectivamente).

Qual será o motivo? O advento online? A queda na renda da classe média? A concorrência maior de outras fontes de informação (rádio, canais de notícia)? O que acontece aos domingos?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s