Geração espontânea de conteúdo

Sinergia virou palavrão em muitas empresas de mídia.
Eu particularmente a vejo como o grande desafio para o futuro das corporações que são produtoras e distribuidoras de conteúdo. Integrar vários formatos de conteúdo e os entregar da forma mais personalizada ao consumidor (veja: consumidor e não apenas leitor) só é possível se os fluxos de produção e edição estiverem o mais integrados e próximos possível.
Mas como mudar a cultura?
Como fazer com que o comando a enxergue sem focar apenas em redução de gastos e mais rentabilidade?
Como fazer que os jornalistas que estão na ponta de produção acreditem que é possível, enxerguem empregabilidade e novas perspectivas e deixem de lado o sentimento de estão-apenas-tirando-o-meu-sangue-para-lucrar-mais?
Definitivamente, acredito mais e mais que a sinergia é a terceira via.
Não a vejo como redução de pessoal e sobrecarga de trabalho.
E sim, como reorganização inteligente de funções e prioridades.
Foco no mercado, no leitor e no futuro.
E com gente, muita gente.
Porque nunca haverá geração espontânea de conteúdo, nem de inteligência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s