Geração espontânea de conteúdo

Sinergia virou palavrão em muitas empresas de mídia.
Eu particularmente a vejo como o grande desafio para o futuro das corporações que são produtoras e distribuidoras de conteúdo. Integrar vários formatos de conteúdo e os entregar da forma mais personalizada ao consumidor (veja: consumidor e não apenas leitor) só é possível se os fluxos de produção e edição estiverem o mais integrados e próximos possível.
Mas como mudar a cultura?
Como fazer com que o comando a enxergue sem focar apenas em redução de gastos e mais rentabilidade?
Como fazer que os jornalistas que estão na ponta de produção acreditem que é possível, enxerguem empregabilidade e novas perspectivas e deixem de lado o sentimento de estão-apenas-tirando-o-meu-sangue-para-lucrar-mais?
Definitivamente, acredito mais e mais que a sinergia é a terceira via.
Não a vejo como redução de pessoal e sobrecarga de trabalho.
E sim, como reorganização inteligente de funções e prioridades.
Foco no mercado, no leitor e no futuro.
E com gente, muita gente.
Porque nunca haverá geração espontânea de conteúdo, nem de inteligência.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s