Só as crises valem a pena?

Assistimos no último mês o país mergulhado na pior crise do Governo Lula. E a mídia cumpre seu papel, enchendo o leitor de denúncias por todos os lados ( fundamentadas ou não), mas também esclarecendo, clareando relações e gerando opinião.
Como foi no governo Collor e as denúncias de corrupção que levaram ao impeachment.
Como foi no governo FH e o escândalo da privatização do sistema Telebrás.
Mas quando será que os jornalistas vão perceber que é possível fazer um jornalismo melhor e não apenas no cenário de tormenta. Afinal, os profissionais são quase os mesmos. As corporações também. O que muda é o caminho que se escolhe.

Vejam o que disse o historiador José Murilo de Carvalho ao ombusdman da Folha, Marcelo Beraba, ao ser perguntado se a imprensa escrita está cumprindo seu papel no acompanhamento desta crise:

“O outro ponto [a favor dos jornais] são os articulistas e as páginas de opinião. Apesar da internet e da TV, eu diria que é aí que a classe média faz a sua cabeça. Não é apenas a notícia em si mas a reflexão sobre a notícia, a análise sobre a política. E isso a televisão não faz. Nesse sentido, não vejo perda de importância dos jornais.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s